Monthly Archives: agosto 2013

INTELIGENTE!!! BIOGRAFIA EMPREENDEDORA DO EMPRESÁRIO E HOTELEIRO JOSÉ HUGO MACHADO É LANÇADA EM SÃO LUÍS

 

CONQUISTAS, AMIGOS E SONHOS EM BIOGRAFIA EMPREENDEDORA

O empresário luso-brasileiro José Hugo Machado, fundador da rede de hotéis Luzeiros, pode sentir de perto o quanto é querido no Maranhão; terra onde iniciou seus negócios e da qual guarda maravilhosas memórias, agora reunidas na biografia “Uma Vida em Construção”, de autoria da escritora Joyce Cavalccante.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O lançamento da obra aconteceu em concorrida noite de autógrafos no Hotel Luzeiros, onde reuniu centenas de amigos, empresários, autoridades e representantes do trade turístico maranhense. Entre os convidados, as primas Fádua Rosa Murad, Tereza Sarney e Samira Murad filhas dos irmãos libaneses Venizelos e Jorge Murad; amigos já falecidos do empresário, e que são carinhosamente citados no livro, assim como o maranhense Zuza Lobato, já falecido, mas representando por seus filhos

e netos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Esbanjando vitalidade do alto de seus bem vividos 80 anos, José Hugo Machado estava feliz, repartindo com todos seu bom humor, simplicidade e carisma; marcas registradas do visionário empreendedor que deixou o Crato(CE) para fazer história em Portugal, onde está radicado há 50 anos. Dividindo-se entre suas 2 pátrias, Brasil e Portugal, José Hugo Machado continua empreendendo. Em Recife, está construindo a terceira unidade do grupo de Hotéis Luzeiros. Em Lisboa, já opera um hostel e tem outros projetos imobiliários em fase de planejamento.

SECRETÁRIOS DE TURISMO, ESTADUAL E MUNICIPAL PRESTIGIARAM O EMPRESÁRIO:

 

 

 

 

 

 

OS ANFITRIÕES DO GRUPO LUZEIROS, DAGOBERTO SILVA, JOSÉ HUGO MACHADO E MAURÍCIO SALLES:

Em seu emocionado discurso, o biografando confessou que estava realizado, mas que continua sonhando. Disse ter orgulho de tudo o que está descrito em sua biografia, pois segundo ele:

“Ali estão meus erros e acertos. Sempre encarei com dignidade e responsabilidade as conseqüências dos meus atos. Acho que aceitei, bem mais que errei. E agora, tenho o prazer de dividir minha vida e minhas memórias, com os amigos maranhenses”, finalizou o empresário.

O elegante sax de Sávio Araújo animou o evento, que contou ainda com quitutes gourmets preparados pelo Chef Érico Machado e equipe.

FOTOS – DANIELLE VIEIRA:

ESPECIAL!!! LIÇÕES DE OUSADIA E EMPREENDEDORISMO EM BIOGRAFIA INSPIRADORA DO FUNDADOR DAREDE DE HOTÉIS LUZEIROS

AVENTURAS E EMPREENDEDORISMO EM BIOGRAFIA

José Hugo Machado: Uma Vida em Construção

O que move as pessoas? O que as leva até o sucesso antes nem pensado, transpondo barreiras econômicas e geográficas?

Em sua “Canção do Novo Mundo”, o compositor Beto Guedes diz que “Quem sonhou, só vale se já sonhou demais”. E ainda lembra o poeta mineiro: “Nem o tempo amigo, nem a força bruta pode um sonho apagar”.

Esta música poderia ser a exata tradução da vida de empreendedorismo, trabalho e conquistas do cearense que nasceu no Crato, região do Cariri e que desde cedo pautou sua vida pela arte de sonhar. Trocou o colégio e a sabedoria da academia pela escola da vida, e entre lições e dissabores, foi aprendendo que “sonhar só vale, quem já sonhou demais”.

 Estamos falando da vida do empresário José Hugo Machado e da sua saga empreendedora; que iniciaria como um comerciante atacadista de alimentos no Ceará, e devido a uma imigração “política”, em plena ditadura brasileira, chegaria até Portugal, onde tornou-se empreiteiro de sucesso e anos mais tarde, de volta ao Brasil, um visionário hoteleiro.

Mas, ainda maior que seu patrimônio e suas conquistas nos negócios, é a vontade de construir e transformar  – as pessoas, as cidades, os países – de José Hugo Machado.

 Com tantas memórias, nada mais natural que a vida deste carismático personagem se transformasse em um livro. Assim surgiu a biografia “Uma Vida em Construção”, de autoria da escritora e amiga pessoal do biografado, Joyce Cavalcante; que é também romancista, teatróloga, cronista e presidente da REBRA – Rede de Escritoras Brasileiras.

Para escrever a obra, Joyce Cavalcante mergulhou fundo na vida de José Hugo Machado e se confessa “arrebata por esta personagem”, após viajar do Cariri a Lisboa em busca de pistas, indícios e depoimentos de familiares, amigos e parceiros de José Hugo nos dois países, Brasil e Portugal – as duas pátrias do empresário.

“Descobri um moço que não gostava de estudar porque tinha pressa em ganhar dinheiro. Que se envolveu em riscos e perigos, e deles soube escapar, porque nunca gostou de perder. Uma personalidade inspiradora. Uma pessoa que construiu sua vida, tendo como viga mestra a coragem e a ousadia como argamassa. Um jovem que navegou por rios e igarapés à procura do seu destino. Alguém que agora, aos 80 anos, continua reinventando sua vida, atento aos sinais da sorte, pois sabe que Sorte é apenas um dos inúmeros nomes de Deus”, resume Joyce sobre seu inspirador biografado. 

OBRA REVELA A RIQUEZA DO MARANHÃO NA AGRICULTURA E FORTES AMIZADES COM MARANHENSES COMO OS MURAD E ZUZA LOBATO

Aos 18 anos, José Hugo já trabalhava como ajudante de caixa na empresa do pai. Ainda estudante, servindo ao Exército e trabalhando para o pai, José Hugo vivia pensando em montar o seu próprio negócio.

Após dois anos de tentativas empreendedoras frustrantes – montou junto com dois irmãos, Zeneida e Francisco, uma torrefação de café no fundo de casa, e mais tarde uma fábrica caseira de sabão. Mas em menos de dois anos, descobriria que não tinha talento para a indústria. José Hugo gostava mesmo era de comprar e vender. Após muito pedir ao pai, conseguiu um pequeno empréstimo deste, para abrir o armazém J.H. Secos e Molhados. Vale lembrar que José Hugo foi um dos pioneiros entre os atacadistas, que fizeram da Rua Governador Sampaio, em Fortaleza, um grande pólo comercial atacadista.

O próprio comerciante descreveu em sua biografia, a grande riqueza do Maranhão na década de 60 e as dificuldades logísticas que precisou enfrentar para prosperar:

 “ O Nordeste produzia aquilo que consumia. Quando não havia inverno, os produtos vinham do Maranhão, que era um grande produtor de arroz, milho, farinha, feijão e babaçu, procedentes das zonas de Bacabal, Pedreiras e Barreirinha. Mas a instabilidade climática do Nordeste me fez decidir percorrer o Nordeste e parte do Norte, à procura de novos mercados para comprar alimentos. Assim, viajei quilômetros e quilômetros por terra, em meu Ford F100, por este sertão de meu Deus”, descreveu o empresário em sua biografia.

 O livro conta ainda as muitas aventuras do carismático personagem, e reserva um capítulo todo especial para lembrar com carinho, de amigos maranhenses, considerados verdadeiros irmãos por José Hugo Machado: Os irmãos libaneses Venizelos e Jorge Murad. E mais, D. Tereza Murad, esposa de Jorge, e seus filhos Tereza, Ricardo e Jorge Murad. Outros maranhenses destacados na obra são Zuza Lobato e Moacir Neves, ambos já falecidos.

JOSÉ HUGO E A FILHA BÁRBARA COM INTEGRANTES DA FAMÍLIA MURAD, AMIGOS DE LONGAS DATAS

Longe de “vestir o pijama” e se aposentar, José Hugo segue ativo, praticando seu tênis, viajando, conhecendo pessoas e colecionando amigos por onde passa. Falante e carismático, este jovem senhor sempre encontra forças para superar seus desafios. Assim foi nos negócios, assim o fez ao perder a querida esposa Ceomar, que ficou doente após 38 anos de um feliz casamento; e assim o faz atualmente, driblando as crises econômicas e mostrando para as novas gerações que o trabalho sempre compensa. Que é possível sim, vencer com ética. Que é viável ousar e conquistar. Mas antes de tudo, é preciso sempre, sempre…. sonhar, para então, realizar.

A autora Joyce Cavalcante finaliza o livro com uma coletânea de 48 emocionantes depoimentos sobre o biografado. São perspectivas de José Hugo Machado sob a ótica das filhas Andréa, Valéria e Bárbara, dos genros e netos, de parentes, parceiros comerciais, amigos do Brasil e de Portugal. Afinal, como ele mesmo se descreve, José Hugo Machado é um ser inquieto e de “alma binacional”.

 BIOGRAFIA É UMA VERDADEIRA “BÍBLIA INFORMAL PARA EMPREENDEDORES”

O quarto filho do casal Francisco Luna Machado e Maria Lacerda Machado desde cedo sabia o que queria da vida – comprar e vender, desfrutar do prazer de um bom negócio realizado, ter seu próprio dinheiro, prosperar e aproveitar ao máximo as oportunidades que a vida oferece, e que para muitos, passam despercebidas.

Do menino que construía seus próprios brinquedos, ao sócio de uma fábrica caseira de sabão e uma torrefação, logo viu que a indústria não era a sua praia. Preferia o ato de revender. E assim, após servir o exército e ainda estudante, fundou em Fortaleza, com dinheiro emprestado pelo pai, o seu próprio armazém, o J.H. Machado Secos e Molhados. Era o começo de uma longa jornada de bons negócios, contando é claro com alguns equívocos e perrengues. Nada que um persistente negociante não consiga driblar.

Aliás, entre muitas outras “pérolas” de sabedoria do biografado presentes no livro, uma frase resume bem o senso de oportunidade que sempre pautou sua vida:

“O futuro tem muitos nomes: Para os fracos é o inalcançável. Para os medrosos é o desconhecido. Para os valentes é a oportunidade”.

A Oportunidade portanto, tem sido uma espécie de “sócia majoritária” na vida de José Hugo. O carismático jovem de 32 anos, que em plena ditadura brasileira se viu forçado a imigrar com a esposa para Portugal, a fim de evitar maiores problemas políticos em seu país – apesar de ser um simples comerciante e nunca ter se envolvido diretamente com facções políticas – iria mudar radicalmente de ramo, trocando os gêneros alimentícios pelos novos desafios dos setores imobiliário e de construção em Lisboa. Ele sempre soube reconhecer uma boa oportunidade! 

Graças à influência e ajuda do amigo português Eloy Soares Couto, que atuava nesse ramo em Lisboa, José Hugo começou a trabalhar neste segmento, inicialmente em parceria com o amigo e depois sozinho, fundando a empresa IMOBRAS / Imobiliária Brasileira de Construção S.A, atualmente com 39 anos de mercado e com sede em Portugal. 

Mais que reformar imóveis antigos ou construir novos, a grande inovação que José Hugo deixou como legado ao mercado português foi a criação da “Propriedade Horizontal”, uma forma criada por ele, quando cada fração autônoma de um edifício sujeito a este regime, pertence a um dono independente, o qual é proprietário da sua fração autônoma e coproprietário das partes comuns do edifício. Isso pode parecer lógico e similar ao que acontece no Brasil com os condomínios; mas essa modalidade não era comum em Portugal, até a inovação do persistente e criativo José Hugo Machado.

Após negociar a compra de um imóvel deteriorado, José Hugo com muita habilidade negociava com os inquilinos a desistência de seus direitos contratuais, mediante a troca de benefícios. E só então, ele recuperava o imóvel adquirido, e o transformava juridicamente em propriedade horizontal, para poder negociar as frações com mais liberdade, visando um maior lucro, e ainda, recuperando o conjunto arquitetônico de Lisboa. A média deste trabalho era de um imóvel por mês, totalizando mais de 300 imóveis recuperados pela sua IMOBRAS.   

Mas além da oportunidade, outro fator foi marcante na bem sucedida trajetória de José Hugo Machado. A amizade. Além do português que abriu as portas para ele do mercado imobiliário, são citados pelo biografado diversos amigos, verdadeiros “anjos da guarda” durante sua vida; tais como o maranhense Zuza Lobato, dono de um estaleiro de barcos, que mal conhecendo o jovem cearense que teve um barco afundando nas águas maranhenses, ao fazer o transporte de mercadorias para seu armazém, ofereceu- se para recuperar a embarcação Ceomar, com pagamento a perder de vista. Mais que um bom negócio, Zuza Lobato salvara José Hugo da falência.

 “Tudo corre a favor da maré, para quem quer! Sempre em que estive na pior, aparecia  uma mão amiga para ajudar”, recorda-se emocionado José Hugo, que por sua vez, sempre soube praticar a gratidão e valorizar as amizades. 

Após retornar a passeio ao Brasil em 1975, após 10 anos em Portugal, José Hugo, como ele mesmo descreve no livro, inauguraria a sua “alma binacional”. Seria em definitivo, um luso-brasileiro, dividindo não apenas seu tempo, mas também seus investimentos entre Brasil e Portugal. Aliás, viajar para ele não é nenhum sacrifício, muito pelo contrário. E dirigir um carro, é outro grande prazer, para este irriquieto por natureza.

 Sempre diversificando os negócios, após entrar com sucesso no setor de construção civil na década de 80 em Fortaleza, em 2003 realizou um grande sonho, atuar na industria do turismo, que segundo ele é a mais democrática e lucrativa entre todas. Inaugurou em 2003 o primeiro hotel – conceito da capital cearense, o Luzeiros, contando com a parceria de sua filha caçula, Bárbara Machado Salles, formada em hotelaria na Suíça, seu braço direito na rede de hotéis Luzeiros. Em 2009, veio o Luzeiros São Luís, o primeiro hotel – design do Maranhão e em breve a rede contará com sua terceira unidade, o Luzeiros Recife, já em fase de construção.

Para este amante do futebol e tenista praticante, fôlego e coragem é o que não faltam para mantê-lo atuante, e bem longe da aposentadoria. 

Com um sorriso no rosto, idéias mirabolantes na mente, senso único de oportunidade e uma vasta experiência empresarial, José Hugo Machado é um personagem inspirador.

Assim como sua biografia “Uma Vida em Construção”,  que em breve estará disponível nas bibliotecas das Universidades da cidade, através de doação do biografado. Como ele diz em seu livro, “acredito muito nesta nova geração de jovens e seus computadores. Espero que minha história possa inspirar as novas gerações”.

 Com certeza, inspiração e lições, são o recheio desta obra da escritora Joyce Cavalcante.  

E para orgulho da nossa InterMídia Comunicação Integrada, José Hugo Machado, sua filha Bárbara e sua família escolheram a nossa empresa para fazer a Assessoria de Imprensa do grupo Luzeiros no MA!  Quanta honra poder conviver e aprender com empresários deste nível!!

 

BOX / AS LIÇÕES DE VIDA E EMPREENDEDORISMO DE JOSÉ HUGO MACHADO (FRASES EXTRAÍDAS DE SUA BIOGRAFIA):

“Quem quiser luxar, tem que se virar”

“Quanto mais intensamente se vive, mais se está exposto aos riscos”

“Minha filosofia até hoje é: Em crises é que se ganha dinheiro”

“Quem sabe lidar com o sucesso, deve saber lidar também com o fracasso, pois ambos são

faces da mesma moeda”

“O grande negócio é ficar atento às oportunidades”

“A esperança e a honestidade são um patrimônio sólido”

“O grande negócio é o trabalho. É quando cada um cria o seu próprio lastro”

“Tudo corre a favor da maré, para quem quer”

“Turismo significa fartura de empregos, educação, elevação social e profissional. É uma poderosa indústria sem fumaça”

“Comprei terrenos no Algarve (Portugal) e os vendi muito bem depois. Ganha-se dinheiro também com o desapego”

“O que traz nobreza ao homem é a sinceridade, a transparência, a criatividade, a tolerância, o respeito mútuo, o amor às pessoas e ao trabalho”

“A vida é feita da alternância entre a alegria e a tristeza. Nossa flexibilidade para enfrentar esse viés, é o que determina o valor da nossa alma”

“A Nação só poderá arrecadar impostos, se houver produção, consumo, emprego, responsabilidade fiscal, diminuição dos gastos, humildade e serenidade”

“Todo brasileiro é doutorado em crises, por definição”

 

 

INTELIGENTE!!! IBYTE LANÇA GADGET PARA AFICIONADOS POR GAMES

Mouse Óptico GT Power Game Goldentec

 é o mais recente lançamento da Ibyte

 

Para os amantes de games,que sempre estão em busca de novidades, com certeza irão aprovar os recentes lançamentos da Goldentec, marca própria da Ibyte. 

A Goldentec lançou dois modelos de Mouse Óptico personalizados, GT Power Gamer T2 e GT Power Gamer Plus T3. Ambos possuem um design diferenciado com belo acabamento ergonômico, sendo que o GT Power T3 tem um design metálico.

Os Mouses Óptico Goldentec vêm com sensor óptico de alta tecnologia,  utilizando lente que permite o funcionamento perfeito em vários tipos de superfícies, além de contar com seletor de resolução que proporciona maior eficiência e precisão para jogos ou aplicativos profissionais.

 

Principais características: Estrutura no formato da mão com descanso de dedo; chapa de aço embutido; Led com mudança de cores; teclas multimídia;

 amplo botão de rolagem.

Vendas através do site www.ibyte.com.br , ou nas lojas de Fortaleza, Sobral, Juazeiro do Norte, Natal, Recife, São Luís ( Shopping da Ilha e Rio Anil Shopping)  e Teresina.

 

 

FASHION!!! PRINT DE ZEBRA INVADE A MODA NA ELLE JOLIE

DEU ZEBRA NA MODA PRAIA: LENNY PARA ELLE JOLIE

Uma das mais aclamadas criadoras de moda praia, respeitada no país e no exterior, a estilista Lenny Niemeyer aposta nas estampas de zebra; uma elegante versão em branco e preto, do “animal print”,  que veio para ficar.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Biquínis, saídas e maiôs com estampas de zebra da grife Lenny já fazem sucesso nas araras da Elle Jolie, no São Luís Shopping.

ONDE ENCONTRAR LENNY MODA PRAIA: Elle Jolie – São Luís Shopping (em frente à Americanas)

 

 

 

 

ALUNA DO DOM BOSCO PREMIADA PELO TJ-MA

Nota máxima em redação no último exame do ENEM, o Colégio Dom Bosco acaba de se destacar mais uma vez nessa área. A aluna Carla Medeiros, do terceiro ano do ensino médio do Dom Bosco foi uma das grandes vencedoras do concurso de redação promovido pelo Tribunal de Justiça do MA, em comemoração aos 200 anos da instituição.

 

 

 

 

 

A solenidade de premiação aconteceu esta semana e contou com a presença de desembargadores do TJ e do Secretário Estadual de Educação Pedro Fernandes Ribeiro, na foto com a aluna Carla Medeiros.

 

ESPECIAL!!! SIM – SALÃO IMOBILIÁRIO SÁ CAVALCANTE TRAZ OFERTAS INÉDITAS

SALÃO IMOBILIÁRIO SÁ CAVALCANTE NO SHOPPING DA ILHA ATÉ 01.09

Até o dia 01 de setembro (domingo), quem quiser investir ou comprar um imóvel para sair do aluguel, pode conseguir descontos diferenciados e substanciais, com condições exclusivas que serão oferecidas no SIM – Salão Imobiliário da Sá Cavalcante.

O Feirão da Sá Cavalcante acontece no Shopping da Ilha, e anuncia descontos de até R$ 60 mil em imóveis residenciais e corporativos da construtora.

Segundo Bruno Souza, Gerente Comercial da Sá Cavalcante “esta é sem dúvida, a melhor oportunidade do ano para comprar um imóvel que, em pouco tempo, estará mega valorizado”, afirmou ele com a experiência de quem já atuou em mercados imobiliários como os do RJ e ES.

Entre as ofertas, apartamentos de 2 e 3 quartos do bairro planejado Reserva da Ilha, no entorno do Shopping da Ilha, além de outros imóveis na Lagoa e Renascença, e mais, salas comerciais nos empreendimentos Lagoa Corporate, Centro Empresarial Shopping da Ilha e São Luis Office (Areinha).

Eis a equipe de corretores da Sá Cavalcante e Imobiliária Francisco Rocha que está à disposição dos interesados durante o SIM:

 

 

 

 

 

 

INTELIGENTE!!! PROJETO “CASA ABERTA” LEVA CONSULTORIA GRATUITA A ASSOCIADOS DO ICE-MA

 

IINSTITUTO DE CIDADANIA EMPRESARIAL DO MA LANÇA “CASA ABERTA”

Com a proposta de estreitar o relacionamento com as empresas associadas que desejam inovar em suas práticas de Responsabilidade Social Empresarial (RSE), o Instituto de Cidadania Empresarial do Maranhão (ICE-MA) lançou a ação Casa Aberta.

O objetivo é discutir e esclarecer dúvidas junto aos colaboradores das empresas associadas em assuntos como implantação de políticas e projetos sociais, capacitação de equipes, organização de comitê de voluntariado coorporativo, projetos comunitários entre outros temas afins. Uma espécia de consultoria completa e gratuita aos associados.

A ação Casa Aberta passa a ser realizada toda segunda terça-feira de cada mês, das 9h às 18h, na sede do ICE-MA. Os interessados neste tipo de consultoria gratuita podem entrar em contato com o ICE, através do fone (98) 3303 1976. Fica a dica!!

 

 

 

 

 

INTELIGENTE!!! DIA NACIONAL DO VOLUNTARIADO É CELEBRADO EM 28.08

DIA NACIONAL DO VOLUNTARIADO

Instituído no dia 28 de agosto de 1985, através da Lei Nº. 7.352, sancionada pelo então Presidente da República, José Sarney, o Dia Nacional do voluntariado, a partir desta data, é celebrado anualmente.

A prática do voluntariado vem crescendo mundialmente e também aqui em São Luís, mostrando o comprometimento do cidadão, envolvendo não só generosidade e doação, mas também abertura a novas experiências e oportunidades de aprendizado. Dedicar parte do dia em atividades em prol do outro é uma contribuição real, que pode ser refletida em uma mudança na sociedade.

Reflexo desta contribuição diária é a Fundação Antonio Jorge Dino (FAJD), mantenedora do Instituto Maranhense de Oncologia Aldenora Bello (IMOAB), instituição filantrópica que conta com o apoio destes cidadãos, que compõem o grupo de voluntários Santinha Furtado, tendo atualmente como presidente, a primeira voluntária, Enide Jorge Dino e é coordenado por Alice Dino.

“Temos apenas que agradecer pela contribuição dada ao longo dos anos a nossa instituição e ao trabalho para melhorar a rotina de tratamento de pessoas com câncer. Sou voluntária até hoje, com 85 anos de idade. Quem é voluntário geralmente são pessoas são pró-ativas, que trabalham bem em equipe e tendem a ser mais flexíveis e que prestam uma colaboração a sociedade em geral e principalmente aos mais necessitados” , disse Enide Jorge Dino, Presidente da FAJD e do IMOAB.

O voluntariado na entidade abrange diferentes modalidades, divididos entre as Casas de Apoio Criança Feliz e Erosilda Mota, que hospedam pacientes do interior do estado em tratamento na instituição. Os voluntários atuam na brinquedoteca da casa de apoio Criança Feliz e na brinquedoteca da Ala pediátrica do Hospital, contando ainda com os voluntários do brechó beneficente.

Além dos projetos: Leitura Dinâmica, Posso ajudar, Acompanhante cor-de-rosa e os 15 grupos religiosos, que envolvem desde a acolhida a pacientes que não contam com disponibilidade diária de familiares a orientação quanto as informações referentes ao hospital.

A Fundação conta atualmente com 38 voluntários cadastrados, divididos entre os grupos. Os interessados em aumentar o número dessa corrente do bem devem preencher uma ficha na instituição, localizada no Monte Castelo,seguido de um curso de capacitação de voluntários, convocados para seleções duas vezes ao ano, uma em cada semestre, onde são descritos todos os trabalhos desenvolvidos na FAJD e no IMOAB , e por fim, o voluntários são divididos de acordo com o perfil de cada projeto.

Outra ação que mobiliza um grande número de voluntários é o Mc Dia feliz, que acontece neste sábado, dia 31 de agosto, e este ano chega a sua 25ª edição no Brasil e a 15ª no Maranhão. A campanha coordenada nacionalmente pelo Instituto Ronald McDonald tem como beneficiária no estado a Fundação Antonio Jorge Dino. Todos os restaurantes da rede McDonald’s da capital maranhense se transformarão em postos de arrecadação de recursos em prol da cura do câncer infantojuvenil, por meio da venda dos sanduíches Big Mac (exceto alguns impostos). O lucro arrecadado com a campanha se destinará para a construção da nova Casa de Apoio, no intuito de melhorar o trabalho desenvolvido pela Instituição na luta contra o câncer infantojuvenil.

Os voluntários em mais uma edição participarão durante todo o sábado, integrando desde a carreata inicial, que terá início às 8h da manhã na Igreja do Cohafuma com destino ao restaurante McDonald’s do Renascença. Seguido pela venda de produtos McDia em todos os outros restaurantes dos shoppings da capital.

 A programação McDia conta ainda com a presença das crianças da Fundação, a partir das 16h, no restaurante Renascença, além dos shows, ao lado, no estacionamento do McDonald’s, a partir das 17h com a participação de Máquina do tempo, Alta Tensão, Chiquinho França, Simone Mouse, Jonathan e Jardel, Dj Murilo, Madrilenos, Vitor Gusmão, Swingarte, entre outros.

Nem precisa dizer que todos estamos convidados a participar desta grande festa de voluntariado e cidadania! Fica o convite!!